CONTEÚDO DA RESPONSABILIDADE DO MUNICÍPIO | Publicado no Anuário Smart Cities 2024

Após uma década de trabalho intenso em prol do ambiente 

Apresentar uma candidatura a Capital Verde Europeia é um desafio que a câmara municipal de Braga decidiu abraçar, consciente da sua complexidade. Será necessário reunir uma equipa, quer externa quer interna, dos melhores técnicos e mais conhecedores dos sete indicadores. 

Braga aprovou o seu Plano Estratégico para o Desenvolvimento Sustentável, que tem como objetivo principal acelerar o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) no município, bem como difundir a Agenda 2030 e impulsionar o progresso. 

Complementarmente, destacam-se projetos como o Observatório Urbano de Braga, o Adapt-local, Beacon, CDP, Green Capital Award, Green City Accord, WellbeingCities, Transformative Action Award, adesão ao Pacto de Autarcas para o Clima e Energia, galardão ECOXXI, GreenCityTool, Cidades Circulares e apoio na preparação de instrumentos dedicados à ação climática (Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas e Plano Municipal de Ação Climática). 

Ao longo deste caminho o município de Braga assumiu compromissos política e tecnicamente ambiciosos, como a meta de 55% de redução dos gases com efeito de estufa emitidos até 2030, a redução da pobreza energética e a criação de uma visão a longo prazo para alcançar a neutralidade climática até 2050, sendo um dos primeiros municípios a estabelecer esta meta e a apresentar um roteiro para a descarbonização. 

Esta dinâmica reflete-se no posicionamento cada vez mais assíduo de Braga em rankings e prémios internacionais, como a posição de liderança no ranking Carbon Disclosure Project (CDP), os Prémios Europeus de Mobilidade Urbana para 2022, o prémio da Semana Europeia da Mobilidade 2022, a distinção como Cidade Verde Líder pelas Nações Unidas ou a distinção na categoria de ‘Melhor Destino Turístico Emergente do Mundo’. 

A candidatura ao galardão de Capital Verde Europeia pretende valorizar os esforços e os resultados alcançados pelo município e pelos cidadãos de Braga em áreas como a eficiência energética, as áreas verdes, os serviços ambientais, a mobilidade sustentável e qualidade de vida.  

É assim, suportada pelos resultados do passado e movida pela ambição de melhoria contínua no futuro, que Braga abraça este novo desafio de se tornar Capital Verde Europeia. 

OUTROS PROJETOS EM DESTAQUE

  • Cuidar Braga é um projeto em que os cidadãos solicitam gratuitamente um destroçador para os sobrantes agrícolas e florestais em vez de os queimarem (http://cuidarbraga.eeagrants.cm-braga.pt/);

  • O Parque Urbano das Camélias – laboratório para a EMAAC tem 3ha e resulta de uma intervenção num terreno abandonado e com muitos RCD, e nele se testam soluções de infiltração e armazenamento de água, coberturas verdes, flora autóctone e se aposta na sensibilização ambiental;
     
  •  O Parque Florestal do Picoto é o maior parque urbano de floresta autóctone e nele se têm vindo a realizar inúmeras atividades de sensibilização ambiental com escolas e voluntários. Mais recentemente nele se criou um charco com vida e a fauna é monitorizada. 

Altino Bessa

Vereador do Ambiente da Câmara Municipal de Braga

A minha ambição para tornar Braga um exemplo na área ambiental não tem parado nestes 10 anos. Muito foi o que fizemos, muito conseguimos. Fomos nos últimos quatro anos dos melhores municípios no galardão EcoXXI. Agora queremos ser Capital Verde Europeia.

Contactos

T.:   263 730 900 (chamada para a rede fixa nacional)

E.:  geral@cm-braga.pt

W.: www.cm-braga.pt

MORADA

Praça Municipal

4700-435 Braga

SMART CITIES NETWORK

Para fazer parte da comunidade SMART CITIES NETWORK e participar na próxima edição do ANUÁRIO SMART CITIES, envie um e-mail para smartcities@medialine.pt