CONTEÚDO DA RESPONSABILIDADE DO MUNICÍPIO | Publicado no Anuário Smart Cities 2023

Mobilidade, reordenamento do território e ambiente na agenda permanente de Alenquer 

Alenquer tem mostrado progressos nos dois últimos anos. O renovado Mercado Municipal passa a figurar um centro nevrálgico da vila pela sua importância comercial e social. A nível ambiental, os detritos em fim de linha ganham uma nova vida.

A mobilidade, o reordenamento do território e o ambiente têm sido três pilares para o trabalho a realizar nos dois últimos anos pelo município de Alenquer, que integra desde setembro a Rede de Cidades e Vilas que Caminham. Assente no trio de eixos, o nosso concelho vai levar a cabo um Plano de Mobilidade Urbana Sustentável que apresente conclusões no espaço de um ano que possam ajudar a transformar ainda mais Alenquer, um concelho do Oeste às portas de Lisboa. 

Desde logo, o recém-inaugurado Mercado Municipal de Alenquer assume-se como pólo não só comercial, pela sua centralidade, demarcando-se também pela importância social e por ser um centro nevrálgico de passagem por parte da população. O património histórico agora requalificado encontra-se entre bolsas de estacionamento que irão nascer na vila baixa e que estarão ligados por um shuttle. Pagar estacionamento automóvel com a Via Verde já é uma realidade desde o fim de setembro e apreciar Alenquer noutra dimensão poderá ser feito com recurso a uma bicicleta partilhada. Na esfera do automóvel elétrico, a rede de carregadores tem vindo a ser desde 2020 melhorada e alargada. 

Para quem está fora dos maiores centros urbanos, o projeto experimental Move-te a pedido, que deverá passar a definitivo em breve, é uma excelente alternativa, e recorre a um veículo elétrico. Só tem de agendar o pedido e anunciar o ponto de partida. 

No setor da sustentabilidade, queremos começar desde cedo a mudar mentalidades. O processo da reciclagem entre os alunos da comunidade escolar do concelho deixa-nos orgulhosos. O programa Separa e ganha gerou 168,9 toneladas de lixo reciclado em 2022/23 pelos mais novos, que reverteram em prémios monetários para os agrupamentos. 

Na separação de biorresíduos damos os primeiros passos de forma sedimentada entre as maiores empresas e associações do concelho. No projeto-piloto Do Prato do prado, estimam-se que sejam 90 as toneladas recolhidas de resíduos – em apenas seis meses – que podem ser reaproveitados como adubo e na produção de biogás.

OUTROS PROJETOS EM DESTAQUE

  • A Educação Empreendedora é lecionada em todos os quatro agrupamentos escolares do concelho de Alenquer, uma vez por mês, algo pelo qual o município se bateu desde 2014. A disciplina potencia o talento e a proatividade de alunos de 82 turmas;
  • Alenquer integra a OesteCIM, signatária do projeto Smart Region, para melhorar a gestão de infraestruturas, definir políticas públicas, etc., através da recolha de dados dos sistemas operacionais e redes municipais;
  • O município foi distinguido como Marca Entidade Empregadora sendo os critérios de seleção baseados na verificação de evidências nos domínios: recrutamento, desenvolvimento e progressão profissional; manutenção e retoma do emprego; acessibilidades; serviço e relação com a comunidade.

Pedro Folgado

Presidente da Câmara Municipal de Alenquer

Se não mudarmos o espaço público, as pessoas também não o frequentam. Temos de investir na sua melhor organização, no seu melhoramento e na sua requalificação para que as pessoas apareçam nele.

Contactos

T.:   263 730 900 (chamada para a rede fixa nacional)

E.:  geral@cm-alenquer.pt

W.: www.cm-alenquer.pt

MORADA

Praça Luís de Camões

2580-318 Alenquer

SMART CITIES NETWORK

Para fazer parte da comunidade SMART CITIES NETWORK e participar na próxima edição do ANUÁRIO SMART CITIES, envie um e-mail para smartcities@medialine.pt