ARTIGO DESENVOLVIDO POR MAIAMBIENTE

Com o objetivo de promover o potencial de valorização dos bioresíduos, a Entidade Gestora de Resíduos do Município da Maia, Maiambiente, tem vindo a apostar, de forma crescente, na integração da recolha seletiva destes resíduos.

Para tal, dispõe de um projeto piloto de recolha porta-a-porta de bioresíduos em habitações uni e bifamiliares e vai proceder ao seu alargamento, com o reforço de mais seis circuitos. Os compartimentos de habitações coletivas (prédios) serão, igualmente, abrangidos por esta recolha com a implementação do projeto em cinco circuitos e será ainda alargada a recolha seletiva deste fluxo no canal horeca – cantinas, restaurantes, cafés, etc.–, com mais um circuito.

Com a aposta nesta estratégia, será possível não só reciclar um resíduo que é valorizável como, também, reduzir as quantidades depositadas no lixo indiferenciado. A implementação destes projetos ficará concluída até ao final de 2022 e estima-se uma capacidade adicional da reciclagem de resíduos de 6.282 toneladas por ano, um aumento na recolha de resíduos com potencial de valorização em 46 kg/hab./ano e um acréscimo para 54% ao nível do indicador de preparação para reutilização e reciclagem.

Com a aposta nesta estratégia, será possível não só reciclar um resíduo que é valorizável como, também, reduzir as quantidades depositadas no lixo indiferenciado.

Tendo em conta o sucesso do projeto e estando reunidas todas as condições técnicas e logísticas necessárias, continuará a ser, gradualmente, alargado a todo o concelho, com uma perspetiva futura a chegar aos 58.511 habitantes, o que representa cerca de 43% da população, e 25.776 alojamentos.

Desta feita, a Maia reforça, ainda mais, a sua posição de referência na recolha seletiva de resíduos, tendo, sempre, como foco a importância da reciclagem na gestão de resíduos, potenciando, cada vez mais, uma economia circular através do seu exemplo nacional da eficiência da recolha seletiva.

O texto acima é da responsabilidade da entidade em questão, com as devidas adaptações.