A Comunidade Intermunicipal (CIM) do Tâmega e Sousa prepara-se para assinalar o Dia Mundial do Ambiente (5 de junho) com um seminário sobre o papel dos municípios no combate às alterações climáticas. Intitulado “Ação climática nos municípios: mitigar o impacto das alterações climáticas e adaptar o território”, o seminário está agendado para o dia 3 de junho, a partir das 14h00, na Casa das Artes de Felgueiras.

No seminário procurar-se-á debater a importância do envolvimento dos municípios na resposta às questões relacionadas com as alterações climáticas, uma necessidade identificada nos Planos Municipais de Ação Climática elaborados pelos municípios desta região, e que está vertida Plano Intermunicipal de Ação Climática do Douro, Tâmega e Sousa, bem como dar a conhecer exemplos de boas práticas municipais na mitigação e adaptação do território ao impacto das alterações climáticas.

O evento contará com a participação de vários especialistas nacionais e internacionais nesta matéria, nomeadamente da Universidade de Coimbra, da empresa municipal Cascais Ambiente, da Câmara Municipal da Figueira da Foz, do BEE Group – Building Energy and Environment Group, um departamento autónomo do Centro Internacional de Métodos Numéricos em Engenharia, com sede em Espanha, que integra a rede europeia de promoção da transição energética ePLANET – European public local authorites network for driving the energy transition [ePLANET – Rede europeia de autoridades públicas locais para a transição energética], uma rede da qual a CIM do Tâmega e Sousa faz parte desde 2022, e que integra 17 parceiros de 10 países, e da Câmara Municipal de Dundee, na Escócia, município que, em  2019, declarou o estado de emergência climática e, nessa sequência, criou o Dundee Climate Leadership Group, que tem como meta alcançar as zero emissões de gases com efeito de estufa no município nos próximos 25 anos.

No seminário será ainda apresentado o Plano Intermunicipal de Ação Climática do Douro, Tâmega e Sousa, uma ferramenta de trabalho que sistematiza as políticas e medidas climáticas comuns a todo o território do Douro, Tâmega e Sousa.

Dirigido a dirigentes e técnicos municipais, executivos, empresários e a todos os interessados na temática, a participação no seminário é gratuita, mas sujeita a inscrição prévia, limitada à lotação do espaço.

Programa e inscrições já disponíveis.

O texto acima é da responsabilidade da entidade em questão, com as devidas adaptações.