O lançamento da nova SOLIS – Plataforma Solar de Lisboa marca uma nova etapa da estratégia solar da capital. O objectivo passa não só por esclarecer os cidadãos sobre o potencial solar de Lisboa, mas também por multiplicar a produção de energia solar até 2030.

A Lisboa E-Nova – Agência de Energia e Ambiente de Lisboa anunciou uma nova estratégia para a SOLIS. Um dos objectivos do lançamento da nova plataforma é criar uma comunidade on-line onde os cidadãos possam aceder a informações relativas ao potencial solar da cidade e a tecnologias, legislação e benefícios.

A nova SOLIS pretende também apoiar os decisores locais e as empresas no processo de adopção de práticas mais sustentáveis, com recurso à energia solar. Contribuir para o aumento da capacidade instalada de energia solar fotovoltaica em Lisboa é uma das razões que leva a nova plataforma a alargar os conteúdos e a renovar a sua imagem, numa estratégia que visa multiplicar a produção desta energia até 2030, cumprindo, assim, as metas da cidade.

Recentemente, foram lançados um novo website e uma aplicação da marca, que, segundo o comunicado lançado pela Agência, prometem trazer novidades nos próximos tempos. A Comunidade Solar de Lisboa está presente nas redes sociais Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram, onde estão a decorrer iniciativas.

De relembrar que a SOLIS – Plataforma Solar de Lisboa é um projecto desenvolvido pela Lisboa E-Nova e tem o apoio institucional da câmara municipal de Lisboa.