O município de Guimarães vai integrar um projecto-piloto da rede EuroCities que visa reconstruir as cidades ucranianas, aplicando as práticas de desenvolvimento sustentável. O contributo da cidade portuguesa vai passar pelas vertentes de economia circular, gestão de resíduos, planeamento urbano e inclusão no espaço público.

O projecto Sustainable Rebuilding of Ukrainian Cities, lançado pela Rede Europeia de Cidades EuroCities, vai promover um programa de aprendizagem entre cidades para preparar a reconstrução das cidades devastadas pela guerra na Ucrânia. Em fase piloto, que durará um ano, a iniciativa vai cultivar a capacidade local testando e escalando o apoio técnico e científico que as cidades ucranianas vão receber para responder a necessidades específicas.

Este apoio será dinamizado através de grupos constituídos por 10 a 15 cidades parceiras da EuroCities que estarão em contacto com cidades ucranianas, reforçando parcerias já existentes ou criando novas sinergias. Guimarães será uma das 36 cidades europeias envolvidas neste projecto de reconstrução.

A cidade berço, a única representante portuguesa neste projecto, vai dar o seu contributo em duas áreas-chave, “Economia circular e Gestão de resíduos” e “Espaço público inclusivo/habitável e Planeamento urbano integrado”. Para isso, irá criar uma equipa multidisciplinar responsável por partilhar o seu conhecimento nestas áreas, as quais têm vindo a ser trabalhadas pela autarquia

A título de exemplo, recorde-se que Guimarães foi um dos primeiros municípios a aceitar o desafio de obter a certificação europeia “Zero Resíduos” e integra a Missão Cidades Inteligentes e com Impacto Neutro no Clima, da Comissão Europeia. No entanto, também “as estratégias participativas e de envolvimento dos cidadãos” contribuíram para a selecção do município, Quem o diz é o Laboratório da Paisagem, uma iniciativa da qual o município é sócio e que, no âmbito do movimento Science for Ukraine, acolhe uma investigadora ucraniana na área da economia circular.

Reconstrução rápida e sustentável

O projecto Sustainable Rebuilding of Ukrainian Cities, discutido em Junho durante a Assembleia-Geral da EuroCities, em Espoo (Finlândia), vem também contribuir para a concretização do Memorando de Entendimento entre a EuroCities e os poderes locais e regionais da Ucrânia, assinado em Agosto de 2022. O acordo avança com a intenção de se combinarem esforços para acelerar o processo de reconstrução das cidades ucranianas e alinhá-lo com as necessidades do país e com o Pacto Ecológico Europeu, fomentando a neutralidade carbónica e o desenvolvimento sustentável.