CONTEÚDO PATROCINADO

O MobiCascais nasceu em julho de 2016, da necessidade e da visão política de se integrar diferentes modos de transporte, combinada com a intenção da autarquia de assegurar a gestão dos transportes públicos de passageiros no concelho, contribuindo para a transferência das deslocações em transporte individual para os transporte coletivos e mobilidade suave.

 

O sistema MobiCascais, passou a integrar os parques de estacionamento, as zonas de estacionamento público tarifado, o aluguer de bicicletas partilhadas e dos transportes públicos de passageiros. Carros, bicicletas, autocarros e comboios, públicos, privados e particulares. Todos os transportes podem ser ligados uns aos outros no sistema de gestão de mobilidade que torna ainda mais simples e agradável a vida aos cerca de 210 mil cascalenses e aos 1,2 milhões de turistas que anualmente visitam Cascais. Uma mobilidade amiga dos utilizadores e do ambiente, mais eficiente nos meios e com impacto na área metropolitana de Lisboa. Garantindo assim, a coerência dos sistemas e a sustentabilidade dos mesmos. Todos os operadores podem ligar-se ao Mobi, porque o sistema de mobilidade é para quem vive, trabalha ou visita Cascais.

Assim, numa primeira fase arrancámos com 12 estações de bikeSharing, tendo agora 80 estações, instaladas no terreno. Cascais e Estoril foram as primeiras freguesias onde este sistema foi implementado. Segui­das de São Domingos de Rana, Carcavelos, Parede e por último, Alcabideche. Para além disso, o nosso objetivo é concluir os 70 km de ciclovias e ter à disposição dos utilizadores 1.200 bicicletas.

Aproveitando a fase experimental para avaliar e aprimorar o serviço, a 1 de fevereiro de 2017, o MobiCascais reforçou e reformulou as ofertas. Nomeadamente, a 19 de janeiro de 2017, através da criação novos pacotes de mobilidade - em parceria com a CP e a Scotturb. Pela primeira vez, a nível nacional, é possível congregar títulos de transporte (como o busCas e o comboio), com serviços (como o estacionamento e as bicicletas).

Desta forma, o MobiCascais tem vindo a complementar e a integrar serviços já existentes, aumentando a oferta e reduzindo a carga tarifária para todos. Às 25 carreiras municipais operadas pela Scotturb, até ao mês de junho de 2017, o MobiCascais acrescentou 6 carreira: busCasSDR, busCas SDR Norte, busCas SDR Oeste, busCas Estoril, busCas Cascais Hospital, busCas Malveira Hospital. Isto é, aumentámos 24% o número de carreiras existente no concelho.

Para além disso, reformulámos três autocarros desta operadora: busCas, busCas Parede e busCas Alvide. Como resultado, regista-se já forte redução na tarifa dos passes e dos bilhetes de bordo: antes o passe urbano custava 27,10€ e agora apenas 20€ (menos 26%), o bilhete de bordo de 1,10€ passou para apenas 1€, o que equivale a uma redução de 10%.
Temos acordo com a scotturb que permite que as deslocações quer nos nossos buscas quer nos autocarros da scotturb sejam gratuitas para crianças até 12 anos e pessoas maiores de 65 anos, apenas pagam 14,50€.

Também foi necessário segmentar a oferta de estacionamento, através da criação do estacionamento que tem por principal função assegurar o estacionamento de longa duração dos utilizadores do comboio e do estacionamento de curta/média duração, associado à utilização das bicicletas.

Nesse sentido foram construídos/requalificados 15 parques o que traduz em mais de 1857 lugares. O Parque Quinta da Carreira, Matarraque II, Junqueiro, Quinta do Barão e Bairro da Torre vão servir de apoio aos residentes, facultando mais de 650 lugares e facilitando a vida dos mesmos no dia a dia. No global temos 6.000 lugares de estacionamento à disposição dos utilizadores.

O Município dispõe, ainda que numa face inicial, de um centro de operações e integração de sistemas de informação – C3 “Centro de Controlo de Cascais”, o qual visa assegurar a gestão integrada de vários verticais de gestão operacional do Município (Ex: segu­rança, mobilidade, ambiente e intervenção no territó­rio). O C3 funciona numa sala de comando e controlo, que contém 10 ecrãs de maiores dimensões que dão aces­so à realidade em tempo real por profissionais dotados de competências para o fazerem. Neste âmbito, a plataforma MobiCascais configura-se como um vertical da mobilidade no C3, que íntegra Mobilidade Suave, Transportes públicos, Fiscalização e Parques.

Futuramente já temos agendados desenvolvimentos para integração na app de outros operadores de mobilidade, com incorporação tecnológica, de forma a uma gestão da mobilidade ativa, económica, efi­ciente e eficaz. Por último a parceria com a Hertz que permite alugar carro, para deslocações pontuais.

O CarSharing é o novo serviço do MobiCascais, a partilha de carro 100% elétrico, com uma autonomia de 200 ou 300 kms.
O Município de Cascais tem como visão promover Cascais como uma cidade inteligente assente num conceito de smart city de referência para outros municípios.

Há uns anos a esta parte, que Cascais tem o único Festival de Verão gratuito em Portugal, que regressa todos os anos ao palco mais perto do Atlântico - A Baía de Cascais. Aqui recebemos todos os anos, nomes como os D.A.M.A., HMB, Tiago Bettencourt & Carminho, Katia Guerreiro, Miguel Ângelo e Miguel Gameiro, Áurea, Miguel Araújo & António Zambujo, Rui Veloso, Mariza, Expensive Soul, Xutos e Pontapés, Cuca Roseta, e milhares de pessoas do Concelho e de fora, que nos visitam. São sempre 10 dias inesquecíveis de Festas do Mar.

Temos outros festivais, como o Musa, o EDF Cool Jazz, o Lumina - festival de luzes, e para facilitar a vida de quem vem aos festivais, temos sempre as nossas biCas disponíveis, para utilização. Assim como no caso de alguns dos nossos busCas e estacionamentos que funcionam para além do horário normal para per­mitir às pessoas, o regresso a casa depois do Festival. É assim que queremos estar posicionados, mobilidade acima de tudo, para quem mora, trabalha ou visita Cascais.

A CASCAIS PRÓXIMA, E.M., S.A. é uma Empresa municipal cujo capital social é detido na sua totalidade pelo Município de Cascais. Resultante da reestruturação do setor empresarial municipal da Câmara de Cascais, e sucedendo à ESUC, engloba no seu novo objeto social, para além das competências anteriormente cometidas a esta Empresa - a prestação de um vasto conjunto de serviços, desde a construção e manutenção de infra-estruturas e equipamentos urbanos à elaboração de projetos de arquitetura e engenharia ao lançamento, execução e fiscalização de empreitadas de obras municipais - a gestão integrada da mobilidade no concelho de Cascais. Mais informação, aqui.