Um sistema que integra a mobilidade urbana com as pessoas e com o ambiente.

 

É certo e sabido que o Concelho de Cascais, assim como a maioria dos concelhos com grande densidade populacional, são concelhos com problemas em termos de mobilidade.

No caso de Cascais, as populações do interior do concelho não tinham como se deslocar para os centros urbanos das diversas freguesias e as opções para o conseguirem fazer eram escassas.

Pensar em mobilidade urbana é pensar nas pessoas, é tornar o dia a dia das pessoas, mais cómodo e fazer com que cheguem ao seu destino de uma forma mais fácil, rápida e barata. Isso passa por disponibilizar um conjunto de ofertas que vão permitir que as pessoas escolham o meio de transporte que querem usar para as suas deslocações. Tudo isto leva a que o ambiente agradeça.

Ao usarmos as biCas e os transportes colectivos estamos a contribuir para a redução das emissões de CO2. O CEiiA, parceiro MobiCascais para a implementação do sistema, diz que, em conjunto, todas as empresas que usam os seus serviços evitaram a emissão de cerca de 2.880 toneladas de CO2 para atmosfera, o equivalente a 9.600.000 viagens de autocarro.

MOBICASCAIS

O Município de Cascais tem como visão promover Cascais como uma cidade inteligente assente num conceito de smart city de referência para outros municípios.

Este conceito pressupõe um modelo de gestão integrado que promove a integração entre os múltiplos meios de gestão do território, entre os quais se destaca as estratégias e políticas de mobilidade integrada baseadas em informação relevante, estruturada e centralizada de apoio à decisão.

Ao nível das políticas de mobilidade o município de Cascais pretende posicionar o sistema MobiCascais como a melhor opção da mobilidade sustentável em Cascais contribuindo para a redução dos congestionamentos, das emissões de carbono e da sinistralidade rodoviária, e afirmá-lo como uma referência de nível internacional. O MobiCascais define-se como o sistema integrado de gestão da mobilidade sustentável em Cascais, assente numa plataforma integradora de vários operadores de serviços de transporte e numa rede de infraestruturas e equipamentos, visando oferecer um conjunto diversificado e flexível de soluções de mobilidade e de serviços que vão ao encontro das necessidades de todos os que moram, trabalham ou visitam Cascais.

O sistema MobiCascais prossegue os seguintes cinco objetivos estratégicos:

• Promover a mobilidade como um serviço, diversificar os modos de transporte utilizados e intensificar a utilização do transporte coletivo e da mobilidade suave;

• Potenciar a utilização do comboio como principal modo de transporte coletivo estruturante;

• Complementar a atual oferta de transporte coletivo rodoviário, principalmente no interior do concelho, e melhorar as acessibilidades aos principais polos geradores de tráfego;

• Integrar e articular a política de estacionamento na estratégia de mobilidade sustentável;

• Otimizar de forma integrada e dinâmica a procura e a oferta dos diferentes modos de transporte e serviços disponíveis, bem como disponibilizar ao público, em tempo real, as condições de funcionamento e os níveis de serviço da rede de transportes.

Áreas de atuação:

• Estacionamento

• Mobilidade suave

• Transportes públicos

• Sistemas tecnológicos de apoio à gestão e comunicação em tempo real com os cidadãos.

Os produtos que as representam são o estacionamento as bicicletas, e os autocarros.

Pacotes Mobilidade bicicletas, autocarros e estacionamento
Com o objetivo de promover a mobilidade como um serviço, diversificar os modos de transporte utilizados e intensificar a utilização do transporte coletivo e da mobilidade suave foi definida uma estratégia comercial que assenta na criação de Pacotes de Mobilidade, estruturados de acordo com os seguintes princípios:

• Disponibilizar soluções tarifárias integradas que permitam o acesso a diferentes modos de transporte, de diferentes operadores, e a serviços de aluguer de bicicletas partilhadas e estacionamento, designados de Pacotes de Mobilidade;

• Reduzir os custos de utilização do TP para o utilizador final;

• Segmentar a oferta tarifária de acordo com a procura e a tipologia dos utilizadores. (Por 20€ mensais pode utilizar os BusCas, tem também acesso às BiCas, e pode estacionar nos parques MobiCascais).

Nesse sentido foram criados vários tarifários compostos, que reúnem num só título o acesso a diferentes modos de transporte, de diferentes operadores, e a serviços de aluguer de bicicletas partilhadas e estacionamento que foram designados de Pacotes de Mobilidade.

Os pacotes de Mobilidade integram no mesmo título a possibilidade de utilização de autocarros, comboio, metro e bicicletas partilhadas, bem como estacionamento nas ZEDL junto às estações de comboio de Cascais, Estoril, São João e São Pedro do Estoril, ou nos parques de estacionamento da Praça de Touros, da Quinta da Carreira, de Carcavelos e do E.Leclerc.

Sistemas Tecnológicos de Apoio à Gestão e Comunicação com os clientes

O Município dispõe, ainda que numa face inicial, de um centro de operações e integração de sistemas de informação – C3 “Centro de Controlo de Cascais”, o qual visa assegurar a gestão integrada de vários verticais de gestão operacional do Município (Ex: segurança, mobilidade, ambiente e intervenção no território).

A configuração do C3 contém uma configuração típica de uma sala de comando e controlo, contém 10 ecrãs de maiores dimensões que dão acesso à realidade dinâmica que pode ser seguida em tempo real por profissionais dotados de competências para o fazerem.

Neste âmbito, o sistema MobiCascais configura-se como um vertical da mobilidade no C3, que íntegra Mobilidade Suave, Transportes públicos, Fiscalização e Parques. Futuramente a Cascais Próxima já tem agendados desenvolvimentos para integração na app de outros operadores de mobilidade, com incorporação tecnológica, de forma a uma gestão da mobilidade preditiva, económica, eficiente e eficaz.

O artigo foi desenvolvido pela Cascais Próxima.

A CASCAIS PRÓXIMA, E.M., S.A. é uma Empresa municipal cujo capital social é detido na sua totalidade pelo Município de Cascais. Resultante da reestruturação do setor empresarial municipal da Câmara de Cascais, e sucedendo à ESUC, engloba no seu novo objeto social, para além das competências anteriormente cometidas a esta Empresa - a prestação de um vasto conjunto de serviços, desde a construção e manutenção de infra-estruturas e equipamentos urbanos à elaboração de projetos de arquitetura e engenharia ao lançamento, execução e fiscalização de empreitadas de obras municipais - a gestão integrada da mobilidade no concelho de Cascais. Mais informação, aqui.