O Município de Leiria e a Acilis­ - Associação de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo da Região de Leiria - lançaram o projeto  “Viva Leiria – O Comércio está de volta”, que contempla um alargado conjunto de iniciativas com o objetivo de atrair clientes aos estabelecimentos para dinamização da atividade comercial no concelho.

A oferta de vales brisas do Liz e cupões que habilitam os clientes a sorteios de prémios são algumas das ações deste projeto, em que os estabelecimentos aderentes se comprometem a assumir horário alargado até às 21h00 todas as sextas-feiras e sábados do mês de junho.

Sem qualquer custo adicional para os comerciantes, a adesão pode ser efetuada até ao final da próxima semana no site www.leiriamarket.pt. Os participantes receberão um selo oficial que identifica o estabelecimento como aderente a este projecto que decorrerá durante o mês de Junho.

O projeto  “Viva Leiria – O Comércio está de volta” tem como objectivos estimular  e dinamizar o comércio do concelho de Leiria, garantir uma rápida e eficaz retoma económica da região e apelar aos consumidores que privilegiem o comércio local.

Para aderir, os estabelecimentos deverão ter sede no concelho de Leiria, assumir o compromisso de cumprimento das normas de higiene e segurança estabelecidas pela Direção-Geral de Saúde e assumir horário alargado.

Os clientes receberão um vale de oferta de uma Brisas do Liz em compras a partir de 10 euros às sextas-feiras e sábados, que poderão trocar nas pastelarias aderentes, e ainda cupões (um por cada fracção de 10 euros nas compras durante toda a semana) que os habilitarão a sorteios de prémios.

Entre os cupões atribuídos em cada semana serão sorteados diversos prémios a usufruir em Leiria, nomeadamente estadias em hotéis, experiências gastronómicas, vínicas, turísticas, automobilísticas, de natureza, sensoriais, desportivas, atividades de lazer e culturais, entre outras.

Este projecto será acompanhado por uma campanha de comunicação com o objectivo de promover o comércio e atrair clientes aos estabelecimentos aderentes.

O texto acima é da responsabilidade da entidade em questão, com as devidas adaptações.