As consequências das políticas da Troika, as ações de reivindicação por melhores condições de acesso à habitação em toda a Europa e as políticas da União Europeia que impactam no desenvolvimento das cidades são temas da conferência internacional Housing for all in Europe - What Problems? What Solutions?

Housing for all in Europe - What Problems? What Solutions? reúne especialistas nacionais e internacionais e, entre estes últimos, contam-se Barbara Steenbergen (International Union of Tenants), Georgia Alexandri (Universidade de Leeds), Irene Escorihuela Blasco (Sindicat de Llogateres, Barcelona) e Wibke Werner (Berlin Tenants’ Association).

A habitação é hoje um tema central na Europa. De acordo com o princípio da subsidiariedade, a União Europeia não tem competência para legislar em matéria de habitação, mas é incontestável a sua influência no funcionamento do mercado imobiliário e nas políticas de habitação dos Estados-Membros.

Uma influência evidente desde a aplicação dos preceitos de Maastricht ao investimento público, ao tratamento jurídico de plataformas digitais como a Airbnb, até ao financiamento da reabilitação dos centros urbanos com fundos europeus.

Simultaneamente, as profundas alterações no mercado imobiliário desde a última crise financeira, sobretudo nos países da Europa do Sul, reflectem as repercussões dos memorandos da Troika nas políticas de habitação e tornam essencial reflectir sobre o seu impacto.

Iniciativas europeias reivindicam novas condições de habitação

Promovendo uma discussão em torno das várias interligações que caracterizam hoje a questão da habitação, a conferência internacional Housing for all in Europe - What Problems? What Solutions? traz também para a mesa do debate os movimentos gerados na sociedade civil, a nível europeu, que reivindicam alterações ao cenário atual.

Por exemplo, em maio deste ano foi lançada a Iniciativa de Cidadania Europeia "Habitação para Toda a Gente" cujo objetivo é melhorar as condições jurídicas e financeiras no acesso à habitação. Karin Zauner-Lohmeyer, a porta-voz desta Iniciativa, é uma das oradoras presentes na conferência.

Este tipo de movimentos surge no momento em que a dimensão urbana ganha algum destaque nas agendas políticas internacionais. O lançamento da Agenda Urbana para a União Europeia em 2016, um esforço conjunto da Comissão Europeia, dos Estados-Membros e das Cidades Europeias, é só um dos exemplos para este desenvolvimento.

Promovida pelo Colectivo Urbanólogo, o Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais da NOVA FCSH, a Fundação Friedrich Ebert em Portugal e o Goethe-Institut Portugal, a conferência internacional Housing for all in Europe - What Problems? What Solutions? visa ainda interrogar soluções europeias para políticas de habitação mais justas.

Com destaque para propostas que procuram soluções a nível europeu, serão debatidas também experiências pioneiras vindas de diferentes cidades europeias e internacionais.

 

Idiomas: Português e inglês (com tradução simultânea)

Entrada livre mediante inscrição através do link: http://bit.ly/housingforall1511

Download do PROGRAMA FINAL da conferência aqui
Imagens & cv dos participantes aqui

A revista Smart Cities é media partner deste evento.

O texto acima é da responsabilidade da entidade em questão.