A ABB instalará avançados robôs colaborativos em laboratórios médicos e hospitais, começando com novo hub de saúde Texas Medical Center, em Houston, EUA, em outubro. Estima-se que o mercado global atinja quase 60.000 robôs médicos não-cirúrgicos até 2025, quase quadruplicando vs 2018.

 

A ABB anunciou que irá instalar robôs colaborativos para laboratórios médicos com a abertura do inovador hub de saúde Texas Medical Center (TMC) em Houston, no Texas.

A instalação será o primeiro centro de pesquisa dedicado à saúde da ABB, quando for aberto em outubro de 2019. A equipa de investigação da ABB trabalhará no campus da TMC com pessoal médico, cientistas e engenheiros para desenvolver sistemas de robótica médica não cirúrgica, incluindo logística e tecnologias de laboratório automatizadas de última geração.

Sami Atiya, Presidente do negócio Robotics & Discrete Automation da ABB disse, "Os processos de laboratório de próxima geração desenvolvidos em Houston irão acelerar os processos manuais dos laboratórios médicos, reduzindo e eliminando os constrangimentos dos trabalhos laboratoriais e melhorando a sua segurança e consistência. Isto é especialmente aplicável para novos tratamentos de alta tecnologia, como as terapias oncológicas pioneiras no centro médico do Texas, que atualmente exigem morosos processos de testes manuais. "

Hoje, um fator de limitação para o número de pacientes que podem ser tratados é a necessidade de especialistas médicos altamente qualificados terem de passar grande parte do seu dia com tarefas repetitivas e de baixo valor. O uso de robôs para automatizar essas tarefas permitirá que esses profissionais médicos se concentrem em trabalhos altamente qualificados e produtivos, enquanto ajudam mais pessoas a receber tratamento através da significativa aceleração do processo de teste.

A ABB analisou uma ampla gama de processos de laboratório médicos manuais e estima que poderia haver um aumento de mais 50% de testes realizados todos os anos usando automação, com os robôs a realizar processos repetitivos que reduzirão a necessidade de as pessoas fazerem tarefas que podem causar lesões por esforço repetitivo (LER).

À medida que a população mundial envelhece, os países despendem uma proporção cada vez maior do seu PIB em saúde. Além de melhorar a qualidade do atendimento ao paciente, aumentar a eficiência da saúde através da automação pode simplificar alguns dos desafios sociais, políticos e financeiros existentes. Estima-se que o mercado de robôs médicos não cirúrgicos atinja quase 60.000 até 2025 com o mercado quase a quadruplicar vs. 2018, de acordo com uma pesquisa interna da ABB.

Os robôs colaborativos da ABB, que já operam em laboratórios de alimentos e bebidas em todo o mundo, são adequados para instalações médicas, pois não exigem barreiras de segurança para operar com segurança e eficiência ao lado das pessoas. Os robôs podem realizar uma série de atividades repetitivas, delicadas e demoradas, incluindo tarefas de dosagem, mistura e pipetagem, bem como preparação de kits de equipamento esterilizado e carga e descarga da centrífuga.

Houston é um local de referência para a pesquisa de tecnologia médica e o ecossistema de inovação TMC é o local ideal para o novo hub de saúde da ABB. Uma equipa de 20 pessoas da ABB Robotics trabalhará na nova instalação de pesquisa de 500m2, que inclui um laboratório de automação e instalações de formação de robôs, bem como espaços de reuniões para soluções de codesenvolvimento com parceiros de inovação.

"Com esta entusiasmante parceria, o Texas Medical Center continua a impulsionar os limites da colaboração inovadora com parceiros da indústria vanguardista, estabelecendo o TMC como o epicentro para a entrada da ABB Robotics no espaço de saúde", disse Bill McKeon, Presidente e CEO do Texas Medical Center. "Para gerir uma cidade dentro de outra cidade, que atende cerca de 10 milhões de pacientes anualmente, é essencial priorizar a eficiência, precisão e desenvolver processos que são naturalmente mais fáceis de repetir. Ao trazer a ABB para o nicho de inovação do TMC com esta primeira instalação de I&D para a criação de soluções de robótica na área da saúde, a TMC enfatiza ainda mais o seu empenho nestas inovações. "

"Estamos orgulhosos por desenvolver sistemas de robótica colaborativa para o Hospital do Futuro com um dos parceiros mais avançados do mundo e testá-los em laboratórios reais para garantir que agregam valor aos profissionais de saúde, impulsionando a inovação e revolucionando a forma como os laboratórios médicos operam em todo o mundo ", acrescentou Sami Atiya. "Um elemento-chave da estratégia de crescimento a longo prazo da ABB é continuar a investir e inovar na robótica de serviços, trazendo o nosso conhecimento em automação para novas áreas, como a saúde e implusionar os nossos negócios nos setores automóvel e eletrónico."

ABB (abbn: six swiss ex) é um líder tecnológico pioneiro com uma oferta detalhada para as indústrias digitais. Com uma história de inovação que abrange mais de 130 anos, a ABB é hoje líder em indústrias digitais com quatro negócios, líderes globais, orientados para o cliente: Electrification, Industrial Automation, Motion, e Robotics & Discrete Automation, apoiados pela sua plataforma digital comum ABB Ability™. O negócio Power Grids da ABB, líder de mercado será alienado à Hitachi em 2020. A ABB opera em mais de 100 países com cerca de 147.000 empregados.

O texto acima é da responsabilidade da empresa em questão.

Fonte: Press release