2017-09-22

Smart Mobility Braga - A cidade que optou por autocarros elétricos

Baptista da Costa, administrador TUB - Transportes Urbanos de Braga

Após mais de uma dezena de anos de declínio, nos últimos quatro anos, os TUB – Transportes Urbanos de Braga recuperam 14 % de clientes, 9 % de faturação e passaram a ter capitais próprios positivos, sem aumento de tarifário. Melhoraram o funcionamento dos pontos de venda próprios e introduziram novos canais de distribuição de títulos de transporte: Multibanco e rede PayShop.


Os autocarros, que estão mais asseados interna e exteriormente, consomem menos 1 litro a cada 100 Km e reduziram drasticamente os gases tóxicos e opacos, enquanto eliminavam emissões de enxofre e azoto. Em 2016, realizaram 99,96 % das 600 mil circulações programadas. Melhoraram vários traçados e criaram três novas linhas, por forma a dar resposta às necessidades dos utilizadores da cidade.


Os TUB participam na vida da cidade criando interfaces na periferia, em dias festivos, permitindo o acesso seguro e confortável a eventos, como a Noite Branca, a Semana Santa e a Braga Romana. Os TUB criaram o Free Pass para os participantes nos congressos científicos internacionais que decorrem na cidade.


Criamos Pública Arte Urbana em Movimento, engalanando os autocarros na Semana Santa, Natal, no Enterro da Gata, no S. João e no Dia de S. Valentim.

Nas instalações, onde antes chovia, há hoje condições de trabalho dignas.


Os TUB fizeram protocolos com a Universidade do Minho, Instituto Politécnico do Cávado e do Ave e com a Universidade Católica, preparando o futuro baseado no conhecimento.


Os TUB certificaram-se em Investigação, Desenvolvimento e Inovação, e trabalham com empresas globais, como IBM, Bosch e Siemens, sem nunca descurar a importância das empresas locais.

Fizeram estudos de mobilidade para São Tomé e Príncipe e estão a iniciar outros. Editaram suplementos em jornais regionais sobre mobilidade e sobre tecnologias nas cidades.

Fomos Supporting Institution do FICIS – Fórum Internacional das Comunidades Inteligentes e Sustentáveis, do qual a revista Smart Cities foi Media Partner, e organizamos um meeting sobre Smart Mobility. Estamos presentes nas redes sociais.

 

Compromisso com o futuro

O forte compromisso dos TUB com a sustentabilidade fez de Braga a primeira cidade portuguesa a optar pela tração elétrica, tendo a Caetano Bus ganho o concurso para o fornecimento de 31 autocarros elétricos.

O PMO – Parque de Material e Oficinas vai ocupar 26 mil metros quadrados e dará resposta às necessidades de mobilidade futuras da cidade, participando na regeneração urbana da zona onde se integra.

As Tecnologias de Informação e Comunicação constituem o “sistema nervoso” da vida da cidade, já que recolhem informação para a manutenção e operação do sistema de transporte e a sua articulação com o dia-a-dia da vida da cidade e dos seus utilizadores. Ao percorrerem todo o concelho, os TUB são fundamentais para alimentar o sistema nervoso da cidade. Estes e muitos outros desafios podem esperar de nós, os bracarenses, nos anos que se aproximam.

VOLTAR

NOTÍCIAS RELACIONADAS

2018-01-22
Não poluente e partilhada – assim se quer a mobilidade do futuro
As cidades enfrentam, hoje, dois grandes desafios que as obrigarão cada vez mais a repensar os seus planos de...
2018-01-16
Se cá nevasse, andávamos mais de bicicleta
Se cá nevasse, andávamos todos muito mais de bicicleta e usaríamos os parques, as esplanadas e as crianças...
2018-01-10
GPA: Cinco projectos de inovação urbana disputam vitória
Já são conhecidos os 75 finalistas da 10ª edição do Green Project Awards (GPA), seleccionados a partir de 150...
2018-01-08
“A bilhética deve ser pensada de forma aberta e interoperável”
Com vista a uma mobilidade urbana mais sustentável, um sistema de bilhética prático, eficaz e funcional é...
VER TODAS