2015-02-20

Setúbal lança rede de colaboração regional

Vários parceiros, uma rede e a identificação de oportunidades de negócio e investimento. Estas são as principais bases do novo projecto IN2SET – “Interface colaborativo para o desenvolvimento e inovação da Península de Setúbal”, promovido pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) e cuja apresentação pública está agendada para o próximo dia 25 de Fevereiro.

 

O projecto visa a criação de uma rede regional, com liderança do próprio IPS, de recolha e tratamento de dados sobre a região, “preenchendo uma lacuna actualmente existente”, de acordo com a instituição de ensino, em comunicado. Desta forma, entidades municipais, empresas, associações e instituições económicas comprometem-se a “compilar, tratar e disponibilizar informação especializada e actualizada sobre a Península de Setúbal”. O objectivo? Identificar áreas prioritárias, necessidades de investimento e potencial de negócio, “contribuindo para o desenvolvimento estratégico da região”.

 

Em paralelo, o IPS está ainda a trabalhar na área do apoio ao empreendedorismo. Uma nova incubadora, com capacidade para dez postos de trabalho, vai promover e acompanhar ideias de negócio, com apoio especializado de docentes e técnicos do politécnico. Sob o nome IPStartUp – Incubadora de Ideias de Negócios do IPS, a incubadora será inaugurada no mesmo dia da apresentação do projecto IN2SET.

 

Além do apoio ao tecido económico da região, o IPS vê ainda na IPStartUP uma forma de criar novos laços entre a instituição e a sociedade. “A criação da incubadora possibilita a centralização e divulgação interna e externa do trabalho realizado pelo IPS nesta área, uma vez que funcionará como um ecossistema de apoio aos empreendedores”, reforça o politécnico.

VOLTAR

NOTÍCIAS RELACIONADAS

2017-11-02
Movimento quer "libertar" espaço público em Setúbal
O Setúbal de Bicicleta, um projecto de cidadania voluntário, entregou à câmara municipal e às juntas de freguesia...
2017-10-12
Onde andam e o que fazem os turistas? Novo portal responde
Perceber “o que fazem e por onde andam” os turistas que visitam Portugal acabou de tornar-se mais fácil. O novo...
2017-07-24
As cidades, as comunidades e os ecossistemas startup (Parte II)
No primeiro artigo que escrevi sobre o tema das cidades e a sua relação com o ecossistema startup e sua comunidade,...
2017-06-26
FabCity – o próximo passo?
Nos últimos anos, temos assistido ao surgimento de uma série de movimentos e iniciativas que nos fazem repensar os...
VER TODAS