O IES – Social Business School volta, este ano, a organizar o Bootcamp em Empreendedorismo Social. Cascais vai ser o primeiro local a receber a acção – dias 11 a 13 de Março -, seguindo-se o Porto, de 13 a 15 de Maio. Carlos Azevedo, director académico do IES – Social Business School, contou à Smart Cities o que acontece nestes fins-de-semana intensos que já viram nascer “muitos” projectos com impacto social de sucesso.

 

O que é o Bootcamp de Empreendedorismo Social?

O Bootcamp em Empreendedorismo Social é um programa intensivo de 48 horas que oferece a possibilidade aos participantes de desenvolverem, em equipa, o conceito e desenho de novas iniciativas de impacto, definirem os seus modelos de negócio e de impacto, assim como os respectivos planos de implementação. O objectivo passa por construir modelos sustentáveis que resolvam de raiz problemas da sociedade.

Como surgiu a ideia para este formato?

Resulta de uma parceria entre o IES-SBS e o INSEAD. No fundo, resulta da ligação entre o conhecimento de terreno do IES-SBS e da investigação de ponta do INSEAD neste domínio.

Consegue descrever como é um fim-de-semana Bootcamp?

É uma experiência pessoal e profissional transformadora. Por um lado, permite uma mudança de mentalidade e ganhar um nova perspectiva sobre como podemos agir na sociedade. Por outro, é uma oportunidade para fazermos a diferença na sociedade.

O que muda em quem participa nesta acção?

Muda, sobretudo, a forma como os alunos olham para os problemas da sociedade com que nos vamos confrontando. 48% das iniciativas que acompanhamos mantém-se activa e 98% dos nossos alunos continua a utilizar a metodologia. Isto é sinal da injecção de conhecimento e inspiração que o Bootcamp dá.

Têm visto muitas iniciativas nascerem aqui? Pode dar exemplos de projectos com sucesso?

Muitas. Já capacitamos mais de 1500 alunos no Bootcamp que constituíram mais de 350 iniciativas. O SPEAK - escola de línguas com o objectivo de inclusão de migrantes - e o A+ - projecto de aprendizagem interoperacional - são exemplos de projectos que nasceram no Bootcamp e que hoje são referências nacionais e internacionais.

Depois de participar num bootcamp, qual o passo seguinte para um projecto de empreendedorismo social?

É o acompanhamento. O IES-SBS oferece seis meses de acompanhamento aos seus alunos desde que seja solicitado e o projecto esteja em implementação.

O que é preciso para que um projecto tenha sucesso?

Foco, sustentabilidade do modelo e potencial de replicação.

Na sua opinião, que características fazem um empreendedor social?

Resiliência, paixão e conhecimento sobre o problema da sociedade identificado e uma boa dose de loucura!