Mobilidade inteligente – Economia forte

Para aceder a Braga, há uma boa rede viária e ferroviária. A Linha de Alta Velocidade Ferroviária, passará por Braga em direção à Galiza, em canal já reservado. As redes de autocarros ligam-na às várias cidades e povoações na sua área de influência.

A proximidade ao Aeroporto Francisco Sá Carneiro e ao Porto de Leixões participam na competitividade da cidade.

Com vista a melhorar a qualidade de vida e imagem da cidade, foram estabelecidos os seguintes objetivos para 2025:

  • Redução em 25% do número de carros na cidade;
  • Duplicação  do  número de Passageiros  Transportados pelos Transportes Urbanos de Braga para 20 Milhões;
  • 18 000 utilizadores regulares de bicicleta.

Para atingir estes objetivos, que estão alinhados com as metas da União Europeia e da United Nations Climate Change Conference, Paris, 2015, será tornado efetivo um conjunto de iniciativas, com um investimento de 135 milhões de euros.

BRT - Anel da Mobilidade

O Anel da Mobilidade, com 15 km na zona mais densa e plana da cidade servirá 100 000 pessoas, utilizando o BRT - Bus Rapid Transit.

Interfaces Físicos

Nos extremos do Anel da Mobilidade, serão construídos interfaces na periferia da cidade para convidar os automobilistas a optarem pelo Transporte Coletivo.

Bicicletas

Braga planeou 76 km de vias cicláveis e um sistema de “Bike Sharing” com mil bicicletas e 1 500 Dock Stations, distribuídas por 75 parques.

Transporte Flexível 

O Porta-a-Porta reduzirá custos e melhorará o serviço em zonas menos densas da cidade ou em horários de menor procura.

Semaforização Inteligente 

A semaforização inteligente da cidade dará prioridade às pessoas, criando ondas verdes para os ciclistas e prioridade  aos Transportes Coletivos.

Interfaces Funcionais

A cidade será dotada de bilhética "user friendly" e escalável e aos clientes será disponibilizado serviço de internet Wi-Fi e carregamento de dispositivos móveis.

As TIC - Tecnologias de Informação e Comunicação permitirão medir a mobilidade de uma forma inteligente, minimizando o consumo energético e melhorando o conforto de quem se desloca na cidade.

PMO – Parque de Material e Oficinas

Será construído um novo PMO, para o qual já foram adquiridos terrenos.

Este Plano de Mobilidade está a ser discutido com a Sociedade Civil e os decisores políticos desde 2012.