O bem-estar nas cidades e a qualidade de vida que estas oferecem aos cidadãos vai passar a ter um prémio: o Wellbeing City Award. A responsável pela criação do galardão, anunciado no passado dia 20 de Junho, é a organização sem fins lucrativos NewCities e as candidaturas, abertas a cidades de todo o mundo, arrancam no próximo mês de Setembro.

O âmbito do novo prémio é global e o seu objectivo passa por reconhecer o esforço empreendido pelas cidades com maior nível de comprometimento para com o bem-estar e a qualidade de vida dos cidadãos. Presentear as cidades que mais se esforçam por melhorar a vida dos seus cidadãos, trazendo-as para um palco de visibilidade, é a motivação para a criação do prémio que procura incentivar a adopção de políticas que visem a melhoria do bem-estar das pessoas nos grandes centros urbanos.

As candidaturas para o Wellbeing City Award abrem em Setembro, altura em que as cidades à volta do mundo serão convidadas a mostrar que colocam o bem-estar dos seus cidadãos no centro das suas políticas. A submissão das candidaturas parte das cidades, mas organizações e indivíduos serão também convidados a apresentar sugestões de urbes que demonstrem ter assumido um compromisso com a qualidade de vida.

As cidades que pretendam submeter uma candidatura a este prémio, devem destacar as políticas adoptadas relativamente à promoção do equilíbrio da relação entre vida e trabalho e a indicadores como saúde, ambiente, educação e segurança. Cada submissão será, depois, alvo de avaliação por parte da NewCities e de um júri de especialistas internacionais.

Várias cidades - pequenas e grandes - serão distinguidas em cada uma das edições anuais do prémio agora criado, sendo que os primeiros vencedores serão revelados num evento a realizar na Primavera de 2019.

Este galardão é uma iniciativa da NewCities, uma organização internacional focada em políticas urbanas orientadas para os cidadãos, em parceria com a Fundação Novartis, a cidade de Montreal (Canadá), a fundação para a mobilidade da fabricante automóvel japonesa Toyota e do meio de comunicação HuffPost Canada.