O município de Vila Franca de Xira quer promover a empregabilidade e combater a pobreza e a exclusão social através da realização de oficinas artísticas. A autarquia viu aprovada a candidatura do projecto Art for All - Inclusão pela Arte a cerca de 300 mil euros provenientes de fundos comunitários, valor que cobre 50% do orçamento total da iniciativa. 

Serão, ao todo, 13 actividades, com foco no bairro Quinta da Piedade, um conjunto habitacional construído ao abrigo do Programa Especial de Realojamento (PER). Assim, e ao longo dos próximos 36 meses, o bairro vai ser palco da realização de oficinas artísticas e culturais. O objectivo, diz a câmara municipal de Vila Franca de Xira, é “capacitar cada indivíduo de competências pessoais, sociais e de empregabilidade com vista à sua inclusão e combate à pobreza”. 

Os residentes e visitantes do bairro, localizado na Póvoa de Santa Iria, vão poder aceder gratuitamente às várias iniciativas que pretendem, através de uma componente artística, promover o “aumento da criatividade na comunidade” e o “aumento da cidadania activa”. Nas acções a realizar no âmbito do Art for All estará envolvida uma equipa multidisciplinar de técnicos especializados nas áreas das ciências sociais, informa a autarquia. Em nota de imprensa, enviada na passada quarta-feira, a câmara municipal de Vila Franca de Xira acrescenta, ainda, que as oficinas têm como objectivo privilegiar “a igualdade nas relações interpessoais, a integração da diferença, o respeito pelos direitos humanos e a não discriminação”.  

A concretização do projecto foi assegurada pela conquista de 292 mil euros provenientes fundos comunitários. Este valor assegura 50% do financiamento do projecto, sendo a outra metade do investimento assegurada directamente pelo município. O orçamento total do Art for All cifra-se em mais de 585 mil euros.