O roteiro das cidades inteligentes promovido pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e pela NOVA Cidade arrancou ontem, com a apresentação das várias paragens. No próximo dia 12, decorrerá o primeiro workshop, em Valongo, estando o fim do tour agendado para Coimbra, com a Cimeira dos Autarcas, em Novembro. Durante a lançamento, foram apresentadas 30 propostas para aumentar a inteligência urbana em Portugal e a estratégia de transformação digital Autarquias 4.0.

Com seis eventos na agenda, o Smart Cities Tour foi apresentado esta quarta-feira, em Lisboa, e tem a sua primeira paragem agendada para Valongo, no próximo dia 12, numa sessão subordinada ao tema da circularidade nas cidades. Mobilidade, redes eléctricas inteligentes (smart grids), turismo inteligente e inovação serão alguns dos temas em discussão nas restantes cidades seleccionadas para acolher a realização de workshops, com o objectivo de trocar experiências entre concelhos e partilhar boas práticas e soluções inovadoras. Para além de Valongo, o Smart Cities Tour vai parar em Évora, Covilhã, Monchique e Oeiras. Em Novembro, a Cimeira dos Autarcas, marca o fim da edição de 2020 do roteiro. Nesta ocasião, em Coimbra, o palco estará destinado à apresentação dos resultados dos workshops realizados.

Sob o tema “Desafios e Oportunidades para 2030”, todas as sessões terão ainda espaço próprio para a discussão de formas de financiamento que permitam “alavancar” investimentos na área da inteligência urbana, disse António Almeida Henriques, presidente da câmara municipal de Viseu e vice-presidente da ANMP, durante o evento de apresentação do roteiro, nas instalações da Altice. A empresa de telecomunicações é, a par dos CTT e da EDP Distribuição, uma das entidades que prestam apoio à realização do Smart Cities Tour.

Aumentar a inteligência das cidades portugueses com 30 propostas

O autarca e dirigente da associação de municípios portugueses acredita que “o território pode ser menos assimétrico” através da aposta “na inteligência urbana”. Foi nesse sentido que a apresentação do roteiro serviu também para apresentação de um documento com 30 propostas de promoção da inteligência urbana em Portugal e que tinha já sido divulgado em Maio passado, durante a Cimeira dos Autarcas. As propostas divididem-se por cinco áreas temáticas: identidade, capital humano, infra-estruturas, conectividade e dados.

A aposta na “cultura e tradição “ para potenciar o “desenvolvimento económico inclusivo”, a inclusão de medidas propostas pelos cidadãos na governação dos territórios, a criação de laboratórios vivos e incubadoras, a partilha de boas práticas, a sensorização do território, o investimento em infra-estrutura sustentável, o acesso “integral” do território nacional à Internet, a promoção do uso de dados abertos e a garantia da privacidade e da utilização ética dos dados recolhidos - estas são algumas das 30 propostas apresentadas pela ANMP e pelo NOVA Cidade Urban Analytics Lab para promover a inteligência urbana em Portugal.

Segundo comunicado de imprensa das entidades promotoras do Smart Cities Tour, as propostas que constam do documento apresentado esta quarta-feira são o resultado das “contribuições dos municípios portugueses”, definindo “as prioridades e os eixos de actuação que os autarcas querem ver debatidos com o Governo no âmbito do novo Quadro Financeiro Plurianual Portugal 2030”. Este é, para António Almeida Henriques, “o momento certo para debater a programação do novo quadro de financiamento europeu”, de forma a conseguir investimento para o “desenvolvimento de cidades e vilas inteligentes e sustentáveis”. O autarca anunciou que será proposta ao Governo a “criação de uma estratégia nacional de transformação digital do território, a estratégia Autarquias 4.0”. O propósito desta estratégia é o de aumentar a “eficiência da gestão autárquica e a qualidade de vida dos cidadãos”, esclareceu o vice-presidente da ANMP.

Na sessão de lançamento do Smart Cities Tour 2020 estiveram ainda presentes Miguel de Castro Neto, subdirector da NOVA Information Management School e coordenador da rede NOVA Cidade, João Sousa, administrador dos CTT, João Torres, presidente do conselho de administração da EDP Distribuição e Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal.

A Smart Cities é parceira de comunicação do Smart Cities Tour.

Agenda Smart Cities Tour 2020

05.02 | Sessão de Apresentação, Lisboa

12.02 | Cidade Circular, Valongo

27.05 | Smart Grids e Comunidades de Energia Zero Carbono, Évora

30.06 | Mobilidade Sustentável, Covilhã

29.09 | Smart Tourism, Monchique

04.11 | Inovação Inteligente, Oeiras

25.11 | Sessão de Encerramento, Cimeira dos Autarcas, Coimbra

 

Não perca na edição de Janeiro/Fevereiro/Março de 2020 da Smart Cities a entrevista com António Almeida Henriques e Miguel de Castro Neto sobre a proposta de estratégia Autarquias 4.0.