A Plataforma de Gestão Inteligente de Lisboa (PGIL) é a única iniciativa nacional premiada na edição deste ano do Smart 50 Awards, o galardão internacional que distingue os 50 projectos inteligentes mais transformadores ao nível urbano. O sistema que coordena em tempo real os vários serviços municipais destacou-se na categoria Transformação Digital.

Anunciada em 2017, a plataforma resulta de uma parceria celebrada entre o município de Lisboa e a multinacional japonesa de tecnologias de informação NEC. O projecto de gestão integrada propõe-se a analisar informação de forma automatizada e possibilita a coordenação, em tempo real, dos vários serviços municipais. Agora, o sistema foi nomeado como um dos 50 projectos urbanos mais transformadores, na categoria que distingue a transformação digital. Para além da plataforma de Lisboa, foram distinguidos nesta categoria, entre outros, projectos do Dubai (Emirados Árabes Unidos), Chicago (Estados Unidos da América) e Antibes (França) - este último caso numa iniciativa que transforma câmaras de segurança em sensores para a Internet das Coisas (IoT).

A Plataforma de Gestão Inteligente de Lisboa funciona como uma ferramenta vital para a supervisão dos vários serviços do município e para a tomada de decisão, em tempo real, do Centro de Operações Integrado (COI) da câmara municipal. Através da capacidade de processamento e integração de dados, a solução instalada em Lisboa permite monitorizar, analisar e gerir todo o ecossistema urbano da cidade, possibilitando a melhoria dos tempos de resposta e a prestação mais eficaz de serviços ao cidadão, de forma preventiva e cooperativa.

Para além da transformação digital, os Smart 50 Awards premeiam iniciativas urbanas relacionadas com participação cidadã, mobilidade inteligente, infra-estrutura e operações urbanas.

A conferência Smart Cities Connect, que irá realizar-se na cidade norte-americana de Denver, entre 1 e 4 de Abril, servirá de palco para a gala de entrega dos prémios às iniciativas vencedoras.

Os Smart 50 Awards são realizados numa parceria que integra a plataforma de pesquisa e comunicação na área da inteligência urbana Smart Cities Connect, a Smart Cities Connect Foundation e a US Ignite.