O presidente da câmara municipal de Lisboa, Fernando Medina, juntou-se a dez outros mayors de todo o mundo para formar o Covid-19 Recovery Task Force da C40, a rede mundial de cidades pela acção climática. O objectivo do grupo de trabalho é, no contexto da actual crise pandémica, promover uma recuperação económica orientada para a acção climática, a saúde pública e a redução das desigualdades.

A rede de cidades C40 avançou com a criação de um grupo de trabalho para relançar a economia das cidades composto por 11 presidentes de câmara de cidades de todo o mundo. Fernando Medina é o único representante português no grupo, que é liderado pelo mayor de Milão, Giuseppe Sala. Criado com o objectivo de promover uma recuperação económica alicerçada na melhoria da saúde pública, na redução das desigualdades e na acção climática, o Covid-19 Recovery Task Force pretende “levar as pessoas de volta ao trabalho”, procurando assegurar em simultâneo que as alterações climáticas “não se tornam numa crise ainda maior para a economia global e para as vidas de comunidades de todo o mundo”.

A primeira reunião dos autarcas que compõem o grupo de trabalho decorreu no passado dia 29 de Abril, ocasião em que o autarca de Milão, um dos centros urbanos mais afectados pela propagação do novo coronavírus (covid-19), renovou o compromisso das cidades para com a acção climática, afirmando que estas “não querem dar nenhum passo atrás” e que, perante “um desafio sem precedentes”, mostram a “motivação” para tirar partido da “experiência colectiva para apoiar e orientar autarcas de todo o mundo”.

Nesta reunião, o presidente da câmara municipal de Lisboa considerou necessário “agir com rapidez e coragem perante o desemprego, a pobreza e a crise económica” que decorrem da crise de saúde pública mundial. Para Fernando Medina, o foco da acção das cidades deve ser orientado, neste momento, para “a agenda verde, salvando a economia e investindo no futuro”.

A recém criada task force conta com a presença dos mayors das cidades de Freetown, Hong Kong, Lisboa, Medellín, Milão, Melbourne, Montréal, Nova Orleães, Roterdão, Seattle e Seoul. A convocatória de presidentes de câmara para o grupo de trabalho aconteceu por iniciativa de Eric Garcetti, mayor de Los Angeles, uma das cidades líder da rede C40.

A rede C40 conta actualmente com 96 cidades, que se comprometem com os objectivos traçados pelo Acordo de Paris, entre as quais estão Lisboa, Paris, Berlim, Barcelona, Nova Iorque, Nairobi, Shenzhen e Deli.