A tecnológica IBM lança mais uma edição da iniciativa Smarter Cities Challenge, que disponibiliza serviços de consultadoria, equivalentes a um investimento de 500 mil dólares, com vista à promoção e criação de cidades mais inteligentes. Até 24 de Fevereiro, os municípios interessados poderão apresentar as suas candidaturas, tentando, assim, uma posição entre as dez cidades mundiais seleccionadas.

Como requisitos para vencer, a IBM identifica a liderança forte, vontade de colaborar com várias entidades e o desejo de transformar a cidade num local mais inteligente e eficiente. Para além disso, será dada preferência a projectos que possam beneficiar da experiência da empresa, nomeadamente projectos de analítica avançada de dados, o cloud computing, a computação cognitiva e as soluções de analítica de dados meteorológicos.

As cidades seleccionadas vão receber a visita de seis especialistas, entre os melhores consultores da IBM, que, durante três semanas avaliam, analisam e recomendam melhorias estruturais na região. O trabalho será desenvolvido em conjunto com a respectiva câmara municipal e outras entidades locais. No final, espera-se a elaboração de uma lista de recomendações detalhadas, com base nos requisitos e objectivos do projecto apresentado pelo município.

Smarter Cities Challenge começou em 2010 e apresenta-se como a maior iniciativa de Cidadania Corporativa da IBM. Ao todo, 130 cidades de todo o mundo já receberam apoio de 800 especialistas da tecnológica com vista à resolução dos desafios da gestão urbana. Até aqui, em Portugal, apenas uma cidade participou na acção – Faro. O projecto, que decorreu em 2014, incluiu uma série de recomendações nas áreas do turismo, inovação e economia do mar.

"As cidades de todo do mundo estão sob uma enorme pressão para enfrentar desafios crescentes e com recursos cada vez mais limitados", alertou Jennifer Crozier, vice-presidente de Iniciativas Globais de Cidadania Corporativa da IBM. "Muitas vezes as cidades não têm acesso às soluções de tecnologia mais inovadoras e a recomendações e melhores práticas que poderiam ser aplicadas para resolver esses problemas e melhorar os serviços. Procuramos partilhar o que de melhor fazemos na IBM, entre conhecimento e a nossa experiência nas áreas da computação cognitiva e da analítica, por forma a ajudar e a aportar melhorias significativas e duradouras a estas cidades".

 

Recorde aqui a experiência de Faro com o IBM Smarter Cities Challenge.