A câmara municipal de Lisboa, em parceria com a editora Caleidoscópio, co-editaram um livro sobre os últimos 200 anos de políticas de habitação. Habitação social, arrendamento e reabilitação são os temas abordados histórica e criticamente no livro “Políticas de Habitação - 200 anos”, apresentado hoje, na Sala do Arquivo dos Paços do Concelho da câmara municipal de Lisboa.

O autor da obra, que hoje será apresentada, pelas 18:30, nos Paços do Concelho, é Gonçalo Antunes, geógrafo, professor convidado na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e investigador doutorado no Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA).

São cinco capítulos que integram análises às políticas de habitação desde a Monarquia Constitucional, passando pela ditadura e terminando nos dias de hoje Para além de ser traçado o percurso temporal destas políticas, é, também, explanado o perfil ideológico e acompanhado o desenvolvimento legislativo das mesmas.

Helena Roseta e Luís Vicente Baptista, professor catedrático de sociologia e director do CICS.NOVA, marcarão presença na apresentação da obra. A primeira, presidente da assembleia municipal de Lisboa e deputada à Assembleia da República, demitiu-se recentemente do grupo de trabalho parlamentar sobre habitação que encabeçava, quando o PS pediu o adiamento da votação de propostas relativas ao regime de arrendamento acessível que o governo queria aprovar.

Num momento em que o tema da habitação está na ordem do dia, esta é uma obra que se propõe as políticas de habitação que moldaram as cidades portuguesas e que pretende dar a conhecer, segundo nota de imprensa, “os modelos e as tendências que se consolidaram em Portugal ao longo das últimas décadas”.