Juntar representantes de cidades e regiões a investidores na área das smart cities é o objectivo do evento que a Comissão Europeia agendou para o próximo dia 20, em Bruxelas. As inscrições ainda estão abertas e destinam-se a decisores políticos e representantes de cidades, regiões e negócios. No âmbito da EIP-SCC - a plataforma de inovação para as cidades inteligentes e as comunidades da Comissão Europeia -, Bruxelas vai ser palco de um encontro que visa assistir no desenvolvimento de novas soluções para o meio urbano, juntando no mesmo espaço investidores, fornecedores de soluções para smart cities e autarcas. O encontro destina-se a cidades que procurem alavancar projectos e encontrar investidores, servindo também de oportunidade para a troca e discussão de boas práticas urbanas.

As inscrições para o evento permanecem abertas até ao dia do evento, a 20 de Fevereiro, estando confirmada, até ao momento, a presença de 80 participantes, entre fornecedores de soluções de inteligência urbana, instituições financeiras, universidades, instituições de desenvolvimento e autoridades governamentais. Para já, o evento conta com a inscrição de nove portugueses. As cidades que assim desejarem, poderão participar no encontro para apresentar os seus projectos nas várias áreas das smart cities.

Este será o primeiro de uma série de encontros planeados pela EIP-SCC e acontecerá dois dias depois do Covenant of Mayors Investment Forum, uma reunião de autarcas europeus que se debruçará sobre o mercado da eficiência energética, numa mostra de projectos de adaptação climática, mobilidade sustentável e planeamento energético. Este fórum decorrerá entre os dias 18 e 19 de Fevereiro, e servirá também de palco à apresentação do EU City Facility, uma iniciativa que pretende dar apoio legal, técnico e financeiro a projectos de sustentabilidade energética promovidos pelas cidades.

A EIP-SCC - European Innovation Partnership on Smart Cities and Communities é uma plataforma criada pela Comissão Europeia com o objectivo de ligar cidades, indústria de inteligência urbana e financiamento, desde o momento do planeamento de projectos até à sua execução.