A cidade de Beja recebe hoje o galardão da Bandeira de Cidades de Excelência – Nível II, numa cerimónia que decorre no Salão Nobre da câmara municipal de Beja. As melhorias da cidade ao nível da mobilidade urbana, do turismo e do nível urbanístico valeram à cidade do Baixo Alentejo o prémio do Instituto de Cidades e Vilas com Mobilidade (ICVM).

Os projectos aprovados, no âmbito do Portugal 2020, pelo Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano Sustentável de Beja (PEDU) e a promoção de estratégias de baixo teor de carbono, nas quais se incluem a promoção da mobilidade urbana multimodal, foram essenciais na atribuição da distinção de Nível II.

O incentivo à utilização de transportes públicos dentro da cidade e nas zonas mais rurais do concelho, assim como a implementação do PETRAS, projecto de bicicletas partilhadas de uso gratuito de Beja e do RAMPA, Plano Local de Promoção da Acessibilidade em Beja – que fez uso de sistemas de informação geográfica (SIG) para georreferenciar a informação necessária à melhoria das condições de acessibilidade – igualmente determinantes na atribuição da bandeira. Este último recebeu o prémio Runner Up Civitas Award de 2015, na categoria Participação Pública, pelos esforços encetados e parcerias celebradas no sentido de dotar de condições de acessibilidade universais a cidade, o seu espaço público, a rede de transportes, equipamentos públicos e a comunicação da cidade. Foram, igualmente, melhoradas as condições de acessibilidade e de iluminação pública em várias ruas.

O ICVM, responsável pela atribuição das bandeiras de excelência, foi fundado em 2006 e assume-se como uma plataforma colaborativa que visa contribuir para uma agenda política caracterizada pela “acessibilidade para todos”.