A cidade de Lisboa é uma das três finalistas na corrida ao Prémio Semana Europeia da Mobilidade 2015 (SEM). A capital portuguesa disputa com as espanholas Múrcia e Palma de Maiorca este galardão que tem como finalidade reconhecer as melhores práticas no âmbito da mobilidade urbana sustentável levadas a cabo pelas autarquias. O vencedor será conhecido dia 20 de Abril, tirando do trono a cidade de Östersund (Suécia).

As actividades desenvolvidas por Lisboa durante a SEM, bem como as medidas de carácter permanente implementadas na cidade, nomeadamente as escadas amigas das bicicletas, a frota eléctrica da autarquia ou os elevadores de acesso ao Castelo, foram consideradas pela União Europeia “medidas exemplares”, explica-se em comunicado.

O vencedor do prémio terá a oportunidade de desenvolver um vídeo profissional a evidenciar as suas “extraordinárias conquistas no âmbito da mobilidade urbana sustentável”. Além disso, será reconhecido como exemplo da aplicação de boas práticas, a par das outras finalistas e das cidades pré-selecionadas anteriormente. Bacau (Roménia), Lárnaka (Chipre), Miskolc (Hungria), Nottingham (Reino Unido), Sofia (Bulgaria), Tríkala (Grécia) e Viena (Aústria) fazem parte deste último grupo.

A representar Lisboa na cerimónia de entrega do galardão, que terá lugar no Théâtre de Vaudeville, em Bruxelas, estará o vereador com o pelouro da Mobilidade de Proximidade, Carlos Manuel Castro. O evento será presidido pela Comissária Europeia para a Mobilidade, Violeta Bulc, e pelo Comissário Europeu para o Ambiente, Karmenu Vella.

Este ano, a Comissão Europeia recebeu 53 candidaturas de 19 países ao prémio, sendo que o grupo foi, inicialmente, reduzido a dez e, posteriormente, às três actuais finalistas, reconhecidas pelo “desempenho excepcionalmente bom na promoção da multimodalidade, em linha com o tema do ano passado "Choose. Change. Combine”. Recorde-se que a Semana Europeia da Mobilidade 2015 contou com a participação de quase 1900 cidades de 45 países europeus.

Em paralelo, será também entregue, no mesmo dia, o Prémio para o Planeamento da Mobilidade Urbana Sustentável, que visa promover a adopção de Planos de Mobilidade Urbana Sustentável na Europa e distinguir os campeões nesta área. Este ano, os critérios para a conquista do galardão vão basear-se na multimodalidade e intermodalidade, ou seja, na utilização de vários meios de transporte numa viagem ou em viagens separadas.

Na corrida a este prémio estão Malmo (Suécia), Ultrech (Holanda) e Viena (Aústria). Esta última foi também uma das pré-seleccionadas ao prémio SEM. A vencedora irá conquistar o lugar ocupado por Bremen (Alemanha), a última cidade à qual foi atribuído este reconhecimento pela excelência no planeamento promotor da mobilidade sustentável.