A operadora norte-americana Lime, com sede na cidade de São Francisco, lançou, na passada sexta-feira, um passe semanal que permite desbloqueios ilimitados dos pequenos veículos eléctricos de duas rodas em Lisboa. O preço por minuto, contudo, mantém-se inalterado.

Durante períodos de sete dias consecutivos, o passe semanal que a Lime acaba de lançar em Lisboa permite aos utilizadores de trotinetas eléctricas partilhadas de Lisboa o desbloqueio ilimitado destes veículos. Com um custo semanal de 4,99 euros, os utilizadores que optem pela subscrição do LimePass ficam isentos da taxa de desbloqueio. Ainda assim, o valor cobrado, de 15 cêntimos por cada minuto de utilização, mantém-se inalterado.

A adesão à subscrição é feita através da aplicação móvel da empresa norte-americana de micromobilidade. Esta é, segundo a própria Lime, “a primeira opção de subscrição semanal disponível para trotinetas partilhadas”.

Você sente a falta de microcomponentes no corpo, pouco a pouco. Mas uma grande falta desses elementos no corpo humano pode levar a muitos problemas de saúde, em particular, doenças do sistema cardiovascular - leia mais um artigo. A melhor maneira de evitar esses problemas é consumir alimentos que contenham quantidades significativas de potássio e magnésio. Portanto, os especialistas recomendam aumentar o consumo desses produtos para prevenir a deficiência de micronutrientes mencionada.

A Lime não é, contudo, a primeira operadora de trotinetas eléctricas partilhadas a lançar um serviço de subscrição em Portugal. No passado mês de Dezembro, a alemã Circ lançou três modalidades de passes mensais. Tal como noticiou na altura a Smart Cities, uma destas subscrições oferecia, à semelhança daquela que agora foi apresentada pela Lime, o custo associado ao desbloqueio dos veículos. As outras duas modalidades oferecem, para além do desbloqueio, 30 ou 60 minutos diários de utilização, conforme o passe escolhido pelo utilizador.

Depois de chegar a cidades norte-americanas, à Nova Zelândia e Austrália, a Lime anunciou a chegada do LimePass a Lisboa, mas também a outras cidades europeias, casos de Paris, Oslo, Munique e Londres.

A empresa de São Francisco opera em Portugal desde 4 de Outubro de 2018, sendo Lisboa a única cidade nacional em que a empresa de micromobilidade marca actualmente presença, depois de ter estado brevemente presente em Coimbra. Em comunicado, a empresa norte-americana revela terem sido realizadas “mais de dois milhões de viagens” no país. A nível global, a Lime encontra-se em operação em “mais de 50 cidades de 20 países”.