A Rnters, finalista da edição deste ano do Big Smart Cities, tem uma proposta smart para o Natal dos portugueses. O projecto #PinheiroBombeiro: aproveitar pinheiros que têm de ser abatidos como árvores de natal. No final, os pinheiros são devolvidos e transformados em biomassa.

A ideia, ontem lançada pela start-up portuguesa Rnters, “quer fazer a diferença este natal” na ajuda aos bombeiros voluntários. O objectivo é promover um uso eficiente, inteligente e sustentável de pinheiros que tiveram de ser abatidos. Estas árvores vão ter direito a mais duas vidas: primeiro, enquanto elementos decorativos das casas dos portugueses; e, segundo, serão transformados em energia. No final do período natalício, estes pinheiros serão devolvidos ao local de levantamento, para serem transformados em energia sustentável, já que constituem biomassa.

As árvores aproveitadas provêm de cortes realizados no âmbito de limpeza de matas e prevenção de incêndios. Metade do valor angariado pela iniciativa vai ajudar a Associação Portuguesa de Bombeiros Voluntários a adquirir equipamento profissional para os ‘soldados da paz’ portugueses.

O custo do aluguer de cada pinheiro é de 20 euros, sendo que a entrega destes acontece até ao próximo dia 10 de Dezembro no Hub Criativo do Beato, em Lisboa. Outros pontos serão anunciados em breve, existindo, ainda, a possibilidade de optar pela entrega ao domicílio.

A ideia da Rnters, uma start-up que permite a qualquer pessoa alugar os seus bens, partiu da “forte ligação sentimental” de dois dos fundadores em relação ao Pinhal de Leiria, uma das zonas mais afectadas pelos incêndios florestais deste ano.

A ideia é promover a circularidade, ao promover vários usos a estes pinheiros. A devolução das árvores acontecerá entre os dias 6 e 12 de Janeiro, nos mesmos locais em que estas foram recolhidas.

A Rnters foi finalista da edição deste ano do Big Smart Cities, competição de empreendedorismo promovida pela Vodafone, encontrando-se actualmente incubada no Vodafone Power Lab.