A CitySeeders apresenta-se como a “plataforma onde todos podem tornar a sua iniciativa cidadã realidade”. Baseia-se em omnisourcing, à imagem do já tradicional crowdfunding, mas fazendo jus à definição da palavra omni: pode pedir-se um bocadinho de tudo.

Através da recém-criada plataforma, as iniciativas cidadãs podem requisitar o apoio da comunidade, por forma a concretizar a sua ideia ou iniciativa para a cidade, através de pedidos de financiamento, mas não só. Isto porque as iniciativas cidadãs não necessitam apenas de dinheiro, requerem, também, serviços, ferramentas, ideias, pessoas. É precisamente este tipo de pedidos, numa lógica de economia de partilha, que a plataforma possibilita e é isso que a diferencia de outras já existentes. Aqui, é incentivada a troca de recursos, competências e serviços, na tentativa de concretizar objectivos comuns.

A procura de soluções para os maiores desafios urbanos ganha assim novo palco. As iniciativas submetidas na plataforma de envolvimento cívico podem, potencialmente, tirar partido do capital humano das cidades e de todos os seus criativos, especialistas e engenheiros para a construção de ambientes urbanos verdadeiramente inteligentes.

A plataforma promete auxiliar na construção das propostas, ajudando mesmo aqueles que não tenham, ainda, um plano completamente estruturado. Permite, ao utilizador, fazer o pitch da sua ideia à equipa que gere a CitySeeders, que pode, posteriormente, ajudar na definição das necessidades reais da proposta, para que esta esteja mais preparada para submissão e com maiores probabilidades de ser, por fim, concretizada.

São encorajados a participar na submissão de projectos todos aqueles que queiram mudar a sua cidade e que tenham ideias ligadas a áreas tão distintas quanto planeamento urbano, consumo de energia, gestão de resíduos ou cuidados de saúde. O sítio web da plataforma pode ser acedido através deste link.