Carros abandonados, sucatas, lixeiras ou monstros. Quantas vezes se deparou com algum destes elementos na rua e pensou em alertar as entidades competentes, mas acabou por não o fazer? Para que isso não volte a acontecer, a Valorcar lançou a plataforma on-line e app "Valorcar - Veículos Abandonados" e começa por apelar à ajuda da comunidade escolar.

Numa iniciativa conjunta da Valorcar e da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE), no âmbito do programa Eco-Escolas, o Desafio Valorcar pretende estimular o registo de ocorrências. Apesar de estar aberto a todos os cidadãos, nesta primeira fase, o desafio vai centrar-se na comunidade escolar a partir do 2º ciclo, cuja participação será recompensada com prémios, como smartphones e power banks.

E como podem fazê-lo? Depois de aceder ao portal on-line ou instalar a app (disponível para Android), o primeiro passo é registar o utilizador, de seguida, basta estar atento, fotografar, descrever e localizar no mapa, em qualquer ponto do país. As entidades responsáveis pela remoção do objecto serão notificadas automaticamente.

"Como a plataforma foi pensada e estruturada de acordo com a rede de agentes locais - Valorcar, escolas e municípios -  todos são notificados aquando da submissão de uma nova ocorrência", conta Nuno Redinha, sócio-gerente da Sigeste, empresa escolhida para a implementação da plataforma. "Em articulação estreita, no óptimo, poderão promover à remoção de todos os carros abandonados, sucatas e lixeiras/monstros das cidades, contribuindo de forma decisiva para a melhoria do ambiente e da qualidade de vida dos cidadãos. É um projecto de participação cívica que procura contribuir para o estreitamento da relação entre cidadão e cidade. O cidadão identifica um problema, comunica-o às autoridades competentes, acompanha o processo mediante receção de notificações e, em última instância, vê o seu e da cidade problema resolvido", acrescenta.

A Sigeste é uma spin-off da empresa Geologic SI, sediada no Instituto Pedro Nunes em Coimbra. Para além da "Valorcar - Veículos Abandonados", a empresa conta aindano seu portefólio com soluções "Citybox" e "Gisbox", com o objectivo de facilitar a gestão de informação por parte dos municípios incluindo a possibilidade de permitir a participação activa do cidadão.